planejamento estratégico da empresa

Planejamento estratégico da empresa: como tirar uma ideia do papel?

Se você faz parte do mundo corporativo, já deve ter ouvido falar no planejamento estratégico. Nas empresas, é bem comum ouvir falar nele, no entanto, não é possível fazer a mesma afirmação quando se refere a colocá-lo em prática.

O planejamento estratégico é o guia de ações de uma empresa. Ele inclui a missão, visão, os valores, o perfil do consumidor e as forças e fraquezas da organização. E é a partir dele que será possível saber qual o caminho a seguir para alcançar os objetivos almejados pela corporação.

Um gestor que pensa estrategicamente sabe que o planejamento é extremamente importante, pois ajuda na administração do tempo e na participação ativa dos colaboradores, além de preparar a organização para eventuais mudanças.

No entanto, sabemos o quanto ainda é difícil tornar o planejamento estratégico da empresa algo efetivo. Pensando nisso, criamos este post para falar da sua importância e dos principais desafios para pôr em prática o planejamento estratégico nas empresas. Confira!

Lado a lado com a missão, a visão e os valores

A missão, a visão e os valores da empresa são elementos importantes para o planejamento estratégico do negócio. Eles são os direcionadores fundamentais nas decisões, pois indicarão o ponto de partida e o caminho a ser seguido para atingir os objetivos desejados.

A missão está relacionada ao propósito pelo qual a empresa existe. Para saber qual a missão de uma organização é preciso se questionar por que ela existe. A visão, por sua vez, está relacionada aos objetivos da marca, ou seja, aonde ela pretende chegar.

Os objetivos geralmente são sociais, humanos e financeiros e alteram-se ao longo do tempo, sendo que, depois de alcançados, novos precisam ser estabelecidos. Por fim, os valores têm ligação direta com a cultura da organização. Envolvem as crenças dos fundadores, os comportamentos esperados dos colaboradores e as regras do negócio.

No planejamento estratégico é importante revisar esses três elementos, sempre ajustando o que for necessário. Além disso, é preciso deixar clara a cultura organizacional da empresa para todos os envolvidos nela.

Cabe também consultar os gestores e colaboradores sobre sua percepção acerca desses elementos. Isso possibilita o alinhamento de ideais entre todos, além de propiciar maior engajamento dos envolvidos.

Estabeleça metas para a produtividade

No planejamento estratégico é fundamental estabelecer metas para alcançar a produtividade. Contudo, elas precisam ser realizáveis, ou seja, de nada adianta criar objetivos mirabolantes e impossíveis de serem concretizados.

Além disso, essas metas podem ser para tanto para equipes quanto individuais. Assim, é possível envolver todos os trabalhadores, tornando os objetivos da empresa comum para o quadro de funcionários inteiro. Adotar essa postura garante que a empresa, desde os líderes de equipe até os trabalhadores, esteja alinhada e engajada a alcançar o que foi proposto.

Criar programas de bonificações pode ser uma boa maneira de motivar os colaboradores para conseguirem se dedicar a desempenhar suas tarefas com a finalidade de atingir as metas propostas.

Treinamento contínuo aos colaboradores

Investir em treinamento é extremamente importante para o planejamento estratégico, mas esse aspecto acaba passando despercebido em meio ao fluxo das empresas. Uma vez estabelecidas as metas a serem atingidas durante o percurso, é necessário marcar alguns pontos de parada para oferecer treinamento aos colaboradores.

O treinamento é benéfico a médio e longo prazo, pois faz com que os profissionais se sintam valorizados pela empresa e visualizem oportunidades de crescimento. Dessa maneira, a organização, além de contar com colaboradores capacitados para as funções que desempenham, observam melhoras nos níveis de produtividade.

Preste atenção na qualidade do serviço

Definir seu tipo de produto ou serviço e como você quer entregá-lo ao cliente é outro ponto importante no planejamento do negócio. As empresas devem se propor a fazer entregas de acordo com o que foi planejado e com a garantia de qualidade.

Os clientes exigem qualidade, principalmente se ela foi ofertada. Esse pode ser um aspecto que fará o negócio alavancar ou desabar. Nesse sentido, é preciso definir como será medida a qualidade, para conseguir garantir essa entrega ao cliente e ter como avaliá-la.

Tenha um bom controle financeiro

Determinar os gastos que a empresa terá com o fornecimento do serviço e os custos para atingir as metas estabelecidas é um fator que pesa muito na hora de realizar o planejamento estratégico. Isso acontece pois é preciso analisar quais perigos a instituição corre e o que poderá ser feito durante o caminho, caso surjam imprevistos.

O controle financeiro é o que vai determinar a rentabilidade do negócio. Por isso, é necessário que as finanças sejam bem-administradas e investidas da maneira correta. Essas ações conseguirão manter a saúde financeira da empresa e auxiliarão na ascensão dentro do mercado competitivo.

Avaliando o sucesso

Uma vez que o planejamento estratégico seja organizado e consiga ser colocado em prática, é preciso avaliar as ações de forma periódica. Afinal, toda ação e intervenção nas empresas precisam de revisões constantes.

Inclua, no planejamento estratégico, períodos para avaliar o sucesso das metas estabelecidas e o quanto elas estão dando retorno ao seu negócio. Para isso, podem ser preparadas reuniões de apresentações de resultados, por exemplo.

Para que a avaliação do sucesso seja o mais próxima da realidade é necessário saber quais são as forças e fraquezas da empresa. Dessa forma, é possível ter métricas realistas do que pode ser alcançado em determinado período de tempo.

É importante lembrar de envolver os colaboradores também nessa etapa, pois eles podem ter contribuições significativas que auxiliarão você no processo de avaliação. Esse momento vai possibilitar estabelecer novas metas ou reorganizar as existentes, sempre alinhado às estratégias.

Investir no planejamento estratégico da empresa pode parecer difícil, mas facilitará todos os passos seguintes, garantindo a minimização das fraquezas e focando nos potenciais da empresa.

A sua empresa tem um planejamento estratégico? Ele está sendo colocado em prática? Com o conhecimento de quanto ele é importante, ficou mais fácil tirá-lo do papel e transformá-lo em realidade!

Agora você conhece melhor o planejamento estratégico nas empresas, que tal saber mais conteúdos como este? Confira o nosso artigo sobre gestão de pessoas na empresa!

Quer receber mais conteúdos como esse gratuitamente?

Cadastre-se para receber os nossos conteúdos por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.