técnicas de apresentação

8 técnicas de apresentação para você falar bem em público!

Uma ótima maneira de impactar sua carreira é fazer apresentações eficientes. Seja para apresentar resultados a executivos da empresa que atua, mostrar diferenciais a clientes ou motivar os colaboradores. Porém, para que esse momento tenha grande importância profissional é necessário ter noções sobre técnicas de apresentação podem deixar tudo mais fácil para atingir os objetivos.

Alguns métodos prendem a atenção dos espectadores e despertam o interesse para o que está sendo dito. Ao compreender e aplicar tais técnicas, suas apresentações, consequentemente, surtirão maiores resultados.

O que se espera de líderes é que apresentem suas mensagens com clareza, confiança e credibilidade. O momento deve ser de inspiração para os demais, de forma que sane dúvidas e crie novas perspectivas.

Continue lendo este artigo e confira como melhorar sua performance. Você vai descobrir oito técnicas de apresentação que vão fazer total diferença.

1. Estude o seu conteúdo

A melhor maneira de transmitir credibilidade ao falar é ter segurança sobre um assunto — e isso só é possível quando o se tem domínio do tema. Quanto mais confortável você estiver, melhor será o seu desempenho e mais o seu público confiará em você.

Por isso, procure conhecer o máximo possível sobre sua área de atuação e a respeito do assunto que deseja abordar. Busque livros, relatórios, estudos e dados que possam acrescenta informação.

A intenção é que esteja seguro, caso precise improvisar, ou seja, interpelado por alguma pergunta que não estava prevista. Além disso, é importante que você leve ao seu público informações relevantes e que saiam de sua apresentação com algo que tenham aprendido com você.

2. Prepare a apresentação

Por mais simples que seja a apresentação, um suporte para as informações é importante. A maneira mais fácil é criar slides em Power Point. Porém, tenha em mente que esse é apenas um recurso para guiar a explicação e ilustrar dados pontuais.

Entretanto, ao ler os slides, sua credibilidade pode decair, uma vez que este tipo de atitude demonstra despreparo, insegurança e falta de domínio do conteúdo abordado.

Os slides funcionam apenas como uma breve explanação do conteúdo. Dados, gráficos e citações curtas são exemplos que podem ser usados para conduzir sua apresentação de maneira dinâmica e eficaz.

3. Inicie de forma impactante

O início de uma apresentação é muito importante para prender a atenção de seu público e engajar os presentes. É logo na introdução que o ouvinte será preparado para o que vem no desenrolar do discurso.

Por isso, o orador precisa envolver os presentes, aguçando o seu interesse e a sua curiosidade. Uma sequência possível a seguir nesta fase pode ser:

  • apresentação pessoal.
  • comentar os pontos principais e os objetivos.
  • explicar as regras do jogo e a metodologia a seguir.

4. Cative a plateia

Os presentes devem se envolver com o orador. Isso aumenta a compreensão do tema e tem impacto positivo nos participantes.  Para que atingir essa condição, é necessário cativar os espectadores e criar empatia.

Vários fatores influem para que isso seja possível. Preocupe-se com a sua imagem, explore seus recursos não verbais, como o olha e sorriso, e adeque o seu vocabulário de acordo com seu público.

Preste atenção também em sua postura. Você não deve parecer arrogante ou superior, muito menos deve transmitir a imagem de timidez ou despreparo. A expressão corporal transmite mensagens poderosas, capazes de causar interesse ou repulsa ao público.

Outra maneira de cativar os ouvintes é humanizar a apresentação. Brinque com seus defeitos, porém sem se expor — isso gera um clima de maior aproximação. Use exemplos que sejam familiares ao assunto que está sendo abordado e que se aproximem da experiência de seus ouvintes.

5. Desenvolva bem o tema

É no desenvolvimento da apresentação que a plateia percebe exatamente o que você quer passar. Para isso, o discurso deve ser objetivo, ter uma ordem clara e precisa. Lembre-se de que a mensagem precisa fluir.

Use suas anotações para guiar a apresentação, mas não fique lendo para o público. O cérebro retém pouca informação auditiva, portanto torne sua apresentação mais acessível e interessante.

Mantenha a linguagem simples, com frases curtas, ritmo suave e transição lógica entre os pontos. É importante prestar atenção para impostar a voz, pois um discurso em tom monótono gera desinteresse do público.

Ordene os seus argumentos e se apoie em dados ou exemplos que ajudem o auditório a compreender a mensagem da exposição. No entanto, não se alongue demasiadamente nesses aspectos.

Se for possível, tente falar sem usar anotações. Isso vai transmitir segurança e fortalecer sua oratória. Enquanto fala, se movimente com confiança e use gestos para quebrar a monotonia.

6. Olhe para sua plateia

Ao falar, não fixe seu olhar apenas em uma pessoa, isso gera desconforto. O correto é distribuir o olhar em direção a vários pontos da platéia.

Ao fazer contato visual, você encoraja a plateia a participar. Esse recurso é de grande valia, pois facilita a sua conexão e interação com o público. Outra excelente técnica é quebrar o gelo através do humor, uma vez que esse recurso ajuda na distração e relaxamento de todos os ouvintes.

7. Fale a linguagem do público

Cada plateia é formada por um público específico que tem singularidades. É importante saber com que está falando e se beneficiar desse aspecto. As mensagens serão mais bem assimiladas quando direcionadas de forma certeira.

Há temas que envolvem espectadores que será necessário usar jargões e termos técnicos. Já outros pedem mais informalidade e será preciso fazer adequação na maneira de falar para atingir os ouvintes.

8. Conclua com excelência

A melhor forma de marcar uma boa apresentação é terminá-la bem. O encerramento deve gerar uma reflexão, fazendo com que as pessoas pensem naquilo que foi dito.

Evite dizer frases como “por hoje é só” ou “era isso que eu queria dizer” e despeça-se agradecendo pela atenção dos presentes. Você pode usar os seguintes elementos:

  • faça um apelo à ação
  • faça um agradecimento sincero;
  • conte uma história interessante, bem-humorada e adequada ao tema;
  • use uma boa citação;
  • diga uma frase de efeito;
  • esclareça as dúvidas da plateia.

Toda a apresentação precisa de um bom final e você deve prepará-lo com o mesmo cuidado com que procura as primeiras palavras. Quando o orador não consegue finalizar bem o seu discurso, o público sairá com uma impressão ruim. A primeira impressão é a que vale, mas é a última que fica.

O importante é que você treine para que as técnicas de apresentação se tornem algo natural em sua oratória. Um ponto importante que vai auxiliar bastante suas palestras é dominar a respiração. Veja como respirar corretamente pode deixar a sua voz adequada para transmitir aquilo que precisa ser passado.

Quer receber mais conteúdos como esse gratuitamente?

Cadastre-se para receber os nossos conteúdos por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

4 Comentários

  1. Hi there would you mind stating which blog platform
    you’re working with? I’m planning to start my own blog soon but I’m having a tough time
    selecting between BlogEngine/Wordpress/B2evolution and Drupal.

    The reason I ask is because your design seems different then most blogs and I’m
    looking for something unique. P.S Sorry
    for being off-topic but I had to ask!

  2. Hello colleagues, its great paragraph on the topic of educationand fully explained, keep it up all
    the time.

  3. Heya i’m for the first time here. I came across this board and I find
    It really useful & it helped me out much. I hope to give something back and help others like you aided me.

  4. great put up, very informative. I ponder why the opposite experts of
    this sector do not understand this. You should
    proceed your writing. I am sure, you’ve a great readers’ base already!

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.