Clube da Fala: (21) 3285-1036 ou 96401-8566 whatsapp-icon - contato@clubedafala.com.br

O medo de falar em público

CompartilheShare on FacebookShare on Google+

Como falar em público: o medo

medo-de-falar-em-publico

Atualmente o mundo dos negócios exige profissionais cada vez mais preparados e com várias habilidades. Dentre as qualificações profissionais, a capacidade de comunicar-se de forma eficaz apresenta-se como uma das principais características solicitadas nas grandes corporações. Falar bem, com segurança, elegância e naturalidade em qualquer situação é imprescindível. É através da comunicação verbal que mantemos um número maior de contatos diários: palestras, cursos, reuniões, recados, bate-papo, ordens, contra-ordens, etc. Os ambientes também são diversos: profissionalmente, em família e/ou entre amigos. Muitas pessoas são peritas em seus ramos de trabalho, possuindo algumas, até especializações como mestrado ou doutorado, mas quando necessitam expor seus conhecimentos, agem com tanta timidez e insegurança, que o público ouvinte fica literalmente decepcionado. Assim, o aprimoramento do processo comunicativo é recomendado a todos que se interessam pelo desenvolvimento de sua comunicação pessoal e profissional, facilitando a formação do marketing pessoal, a utilização de linguagem “persuasiva” e influencia de pessoas.

De acordo com estudos e pesquisas, Falar em público é o segundo maior medo da população, perdendo apenas para o da violência. E, considerando a população de pessoas tímidas, falar em público está em primeiro lugar.

Assim como o medo, boca seca, taquicardia, suor, tremor, mãos frias, hesitações na fala, desviar o olhar, falar rápido demais e ter pensamentos negativos são algumas das manifestações da timidez, um fenômeno comum que atinge aproximadamente 56% da população. A timidez é definida pela inibição de comportamento e pela ansiedade causada na presença de uma pessoa ou situação nova, principalmente em um contexto de exposição e de avaliação.

Se nós sentimos medo ou timidez para falar em público é porque tivemos alguma experiência de comunicação negativa no passado. A falta de conhecimento sobre o assunto, a falta de prática no uso da palavra em público e a falta de autoconhecimento são as principais causas. Sentir medo ou timidez não é o problema, pois são fenômenos comuns. O que devemos fazer é aprender a lidar com esses fenômenos e com a lembrança negativa das experiências. Para isso, precisamos ter oportunidade para vivermos uma nova e positiva situação de comunicação em público.

De acordo com a fonoaudióloga e professora de oratória Laila Wajntraub, é possível desenvolver, aperfeiçoar e valorizar a comunicação oral aplicando técnicas e exercícios de dicção, voz e oratória, fortalecendo a auto-estima, aprimorando a capacidade de comunicar-se em público com desembaraço, eficiência e naturalidade, eliminando bloqueios e inibições.

CompartilheShare on FacebookShare on Google+